A telha romana de cerâmica esmaltada foi a escolha dos proprietários para o telhado desta residência, de 335 metros quadrados, com projeto criado pela arquiteta Helena Luce Moreira Althaus e executado pelo engenheiro Walter Guanabara, em condomínio fechado, na Capital. Para acompanhar a arquitetura da casa, a cobertura do segundo pavimento apresenta oito águas, com inclinação de 50%. No andar inferior, novos volumes de três águas, com caimento de 47%, cobrem estruturas como o alpendre da garagem e a entrada.

img0420 Telhados: telha romana de cerâmica esmaltada

Além de acompanhar a planta baixa da casa, o telhado com vários recortes deixa a arquitetura mais harmoniosa. Usamos ainda calha de aço galvanizado pintado de branco e laje plana no beiral, com moldura de poliuretano na mesma cor – explica Helena, que elegeu o tom bege-claro para a telha em composição de tom com a pedra caxambu com corte palito, usada no revestimento da sacada, em parte da parede da fachada e nas bases dos pilares de alvenaria. Via ZeroHora