As escadas são essenciais para vencer diferentes níveis em uma edificação, o modelo mais básico para cumprir essa função são as escadas retas. Porém quando esse desnível oferece uma altura, considerada grande, deve-se instalar patamares de descanso que interrompam os degraus, proporcionando uma subida mais confortável e tranquila.

Ao reiniciar a subida após o patamar a escada toma um novo sentido proporcionando formatos diferentes, e de acordo com esse formato a escada é nomeada, nesse caso são as escadas “U” e “L”. Essas formas são nítidas quando observa-se  o projeto na planta.

As escadas em formato de “L” são modelos de escadas reta amplamente utilizadas nas construções, esse modelo interrompe sua trajetória com um patamar ou também com degraus em leque, a partir daí reinicia a continuação de seus degraus em outro sentido o que forma ou sugere a letra “L”.

Esse tipo de escada é indicado para onde há pouco espaço, oferece um bom conforto em sua utilização, além de valorizar o ambiente. Este projeto é geralmente construído nos cantos, mais precisamente nas paredes.

escada em L Escada em formatos U e L

As escadas nesse modelo podem ser construídas com madeira, aço, alumínio, pedras, vidro, alvenaria, e também com revestimentos variados, uma vez que o mercado oferece diferentes opções que podem atender tanto a demanda funcional quanto estética do ambiente.

Em algumas construções as escadas reta em “L” não possuem guarda-corpo nem corrimão, porém esses itens são essenciais para utilização da escada de forma segura, porém quando as escadas não possuírem esses elementos seus degraus devem oferecer largura suficiente para evitar escorregões ou desequilíbrio.

Já as escadas em formato de “U”, que também faz parte do modelo de escada reta, é o tipo mais comum em utilização nas residências. Utilizado em ambientes amplos, a construção dessa escada não só por medida estética e principalmente para boa funcionalidade exige disponibilidade de espaço físico.

escada em U Escada em formatos U e L

Escada em formato “U” (Foto: Divulgação)

Nesse modelo, a escada tem seus degraus interrompido por um patamar, largo em plano reto e então há novos degraus que invertem para o lado oposto ao início da escada, completando a subida ao nível superior da construção.

O molde mais comum desse tipo de escada é a composição com um trecho reto de seis ou sete degraus em média seguido de um patamar com o dobro da largura da escada, e um novo trecho com igualdade no número de degraus só que para o sentido contrário ao inicial.