Sala Íntima SamyRickyDayan Casa Cor 2011 – Sala Íntima

A dupla de arquitetos Samy e Ricky Dayan ousaram na mistura de materiais para o espaço Sala Íntima, da Casa Cor São Paulo, que abrirá para a visitação no dia 24 de maio.

 

 

 

O objetivo era criar um espaço íntimo, mas com muita personalidade e que tivesse na descontração sua base, óbvio que sem deixar de lado o conforto e a harmonia na composição de cores e texturas. A partir dessa concepção, a dupla desenvolveu o projeto de um espaço multiuso, ou seja, um lugar onde o jovem morador pudesse realizar todas as tarefas que ocorrem paralelamente em outros ambientes da casa de maneira mais pessoal, valorizando seu bem-estar. Dessa forma, criaram soluções para que, simultaneamente, esse ambiente possa ser usado como Sala Íntima, Home Theater, Copa, Escritório e Biblioteca.

 

Sala Íntima SamyRickyDayan 1 Casa Cor 2011 – Sala Íntima

Além de ter múltiplas funções, a mistura de materiais também é marcante no projeto da Sala Íntima. Concreto, madeira, vidro e inox se unem de maneira equilibrada com o objetivo de contrastar elementos frios e quentes. Desta forma, os profissionais demonstraram versatilidade, um aspecto “pop”, rico em detalhes.
Samy e Ricky tiraram proveito de um desnível existente no local para setorizar as funções. Na parte elevada ficou o ambiente de TV e na inferior a escrivaninha. “Na lateral, criamos uma bancada com pia, cooktop e frigobar para que a escrivaninha também possa servir de mesa para uma refeição rápida”, explicam. A mesa/escrivaninha de vidro suspenso, com imagem adesivada pela TergoPrint, foi posicionada para que o morador possa assistir a TV e usá-la de apoio para o sofá. Para esse móvel multiuso, a dupla optou pelo tampo de vidro Ultra White (vidro mais transparente), da Guardian, executado pela Vidro Art. Já o tampo da pia é de Hi-Macs (superfície sólida mineral, não porosa, sem emendas e utilizada em pias, lavatórios e bancadas), executado pelo Armazém do Móvel. Os eletros são da Brastemp e a torneira Twin com filtro é da Deca.

 

Sala Íntima SamyRickyDayan 3 Casa Cor 2011 – Sala Íntima

Revestimentos diferenciados oferecem uma dinâmica arrojada para o ambiente. Para as paredes longitudinais o revestimento Paris, da Castelatto, garantiu o moderno efeito do concreto. Contrastando com este material, utilizaram ripas de madeira (cumaru), executadas pela Lao Engenharia, para criar volume na entrada do ambiente e no fundo para alinhar com o desnível do piso e do forro. Dessa forma, foi conseguida uma contraposição de planos que separam e integram os ambientes simultaneamente. As demais paredes foram revestidas com espelho para dar maior amplitude e brilho (Guardian). Na entrada, também é possível apreciar a estante Milão (Breton), que sobrepõe o espelho, permitindo que os objetos reflitam no fundo dos nichos. Ao lado, pufe de lã rústica, d’ A Lot Of.
Para o piso, novamente o uso de elementos opostos: os tacos de madeira certificada, padrão Cumaru, da Pau Pau, foram usados na parte inferior e o carpete de nylon 17 mm, da Avanti, foi instalado na parte superior, deixando a área de TV ainda mais aconchegante.

 

Sala Íntima SamyRickyDayan 5 Casa Cor 2011 – Sala Íntima

Destaque do projeto, a estante de livros de aço inox, da Mekal, leva a assinatura dos profissionais. A peça, formada por 13 pequenas prateleiras que agrupadas formam uma escultura de livros, tem como pano de fundo o revestimento Castelatto. Esse instigante elemento decorativo chama atenção pelo design e pela forma inusitada de organizar os livros. O olhar passeia pelos vários exemplares em busca de uma leitura agradável.
Ponto alto da decoração, as caricaturas, assinadas por Leandro Spett, acentuam o clima descontraído do espaço. “A ideia é quebrar o preconceito e mostrar que assim como qualquer quadro, a caricatura também pode ser uma obra de arte. As pessoas não devem ter vergonha de usá-la, mesmo que não sejam caricaturas delas mesmas e sim de celebridades ou personagens de suas preferências”, completa Samy. Neste caso, a dupla escolheu John Lennon e Yoko Ono por serem personalidades que expuseram sua intimidade ao público, quebrando vários tabus.
Para os estofados, Samy e Ricky optaram por sofá de tecido suede cinza com estrutura de madeira de reflorestamento e cadeiras com tecido de poliéster e pés de aço inox, da Breton. As almofadas e a cortina de voal inglês, da Larmod, proporcionam ainda mais conforto, tanto térmico quanto acústico. O painel da TV (com gavetas de laca preta brilhante) e o armário da Copa foram desenvolvidos especialmente para o projeto e ganharam acabamento ebanizado. Ambos da Breton.
O uso de cores ficou por conta dos objetos, cadeiras, quadros e almofadas, predominando o amarelo, que contribuiu para aquecer e dar o ar jovial do projeto.