Esta cada vez mais comum encontrar no ramo da construção civil as casas feitas de compósitos. São materiais plásticos reforçados com fibra de vidro, poliestireno, poliuretano, resina, mármore sintético, entre outros.

casa de compositos 63 m 3 Casa construída com compósitos

Segundo a Associação Brasileira de Materiais Compósitos (Abmaco), a construção civil lidera o consumo brasileiro de compósitos. Ano passado, respondeu por 46% das 182 mil toneladas transformadas. A entidade participará da Feicon Batimat 2010, que será realizada de 6 a 10 de abril, em São Paulo e apresentará opções para construções realizadas de diferentes materiais.

Com 37 m², a casa terá paredes formadas por painéis sanduíche de compósitos (plástico reforçado com fibras de vidro-PRFV), poliestireno (EPS) e poliuretano (PU). “Além de maior resistência ao fogo e ao impacto, configurações como essa melhoram a sensação de conforto térmico e acústico dos moradores”, detalha Gilmar Lima, presidente da Abmaco. Os painéis serão colados com adesivo estrutural, produto consagrado mundialmente em aplicações de alta performance não só na construção civil, mas também nas indústrias automotiva e aeronáutica.

casa de compositos 01 Casa construída com compósitos

Os compósitos ainda substituirão a madeira ou compensados usados tradicionalmente como matérias-primas das portas. E o mármore sintético – um tipo de material compósito em que a fibra de vidro dá lugar às cargas minerais -, estará presente na cozinha, sob a forma de uma pia e um tanque de lavar roupa. “O mármore sintético reproduz com perfeição as tonalidades da pedra natural, é mais barato e não permite a proliferação de fungos.”